Leitura na versão Bíblia Viva - Português

http://biblia.email/pviva/Levítico/7

Levítico 7 Compartilhar

1
"ESTE É O REGULAMENTO da oferta pela culpa. Esta oferta é uma das coisas mais santas!
2
"O animal a ser sacrificado será morto no lugar onde são mortos os animais para as ofertas queimadas. O sangue dele será borrifado em todos os lados do altar.
3-4
"Serão oferecidos sobre o altar a gordura toda, a cauda e a gordura que cobre as partes internas. Também os rins e a gordura deles, do fígado e dos lombos.
5
"Os sacerdotes queimarão todas essas partes sobre o altar, como oferta ao Senhor. É oferta pela culpa.
6
"Todos os homens entre os sacerdotes poderão comer do animal sacrificado - e só eles. E a refeição tem de ser tomada no lugar consagrado, junto ao Tabernáculo. Isto porque é coisa muito santa.
7
"O regulamento da oferta pelo pecado serve para a oferta pela culpa. A regra é igual para as duas. O sacerdote encarregado de fazer a expiação para pagar a culpa, tem o direito de usar a oferta como alimento.
8-10
"é bom notar mais estes pontos: O sacerdote encarregado de fazer oferta queimada em favor de alguém, tem o direito de ficar com o couro do animal sacrificado. Os sacerdotes que apresentarem ofertas de cereais têm o direito de ficar com elas, para comer. Esta regra vale tanto para as ofertas levadas ao forno como para as que forem assadas na assadeira ou fritas na frigideira; Todas as ofertas de cereais - tanto as misturadas com azeite como as secas pertencem a todos os filhos e descendentes de Arão.
11
"Instruções para os sacrifícios feitos ao Senhor como ofertas de paz:
12
"Se for oferta de gratidão, deve vir acompanhada destas coisas: bolos e bolachas sem fermentos, e bolos feitos de farinha fresca, de primeira qualidade. Tudo bem preparado com azeite.
13
"Além disso, deve ser trazido pão feito com massa fermentada. Assim deve ser feita a oferta em ação de graças.
14-15
"Da oferta toda, será separado um bolo para o sacerdote que borrifará o sangue da oferta voluntária. Mas a carne do sacrifício dessa oferta voluntária de gratidão, tem de ser comida no dia em que for feita a oferta. Não pode ficar nem um pouco para o dia seguinte.
16-18
"Se alguém trouxer oferta para cumprir promessa, ou se for simples oferta voluntária, o caso é diferente. O sacrifício será comido no dia em que for apresentado, e no dia seguinte. No terceiro dia, se ainda sobrar alguma carne, será queimada. "Atenção! Se alguém comer dessa carne ao terceiro dia, estas serão as conseqüências: aquele que ofereceu o sacrifício não será aceito pelo Senhor; o sacrifício ficará anulado, como se a pessoa não tivesse feito oferta nenhuma; e quem comeu do sacrifício no terceiro dia ficará com toda a culpa! Deus fica aborrecido com uma coisa dessas!
19-20
"Ninguém pode comer carne que encostar numa coisa declarada impura pela Lei. Essa carne tem de ser queimada. E quando a carne do sacrifício puder ser comida, só pode ser comida por quem estiver cerimonialmente limpo. Bastante cuidado aqui! A pessoa que, por algum motivo, estiver cerimonialmente impura - que não coma do sacrifício voluntário que pertence ao Senhor! Se comer, será cortada do seu povo.
21
"Se alguém encostar em qualquer coisa cerimonialmente impura - seja impureza de homem, de animais domésticos ou de animais selvagens - que não coma da carne do sacrifício oferecido ao Senhor. Se comer, será eliminado do povo dele, pois manchou coisa sagrada."
22
O Senhor continuou falando com Moisés:
23
"Diga ao povo de Israel que não coma gordura nunca - nem de boi, nem de carneiro, nem de cabra.
24
"Quando morrer um animal qualquer, seja porque morreu de morte natural ou doença, seja porque foi atacado por alguma fera, a gordura dele serve para muitas coisas - menos para comer!
25
"Quem teimar em comer gordura de animal sacrificado ao Senhor como oferta queimada, será posto para fora do seu próprio povo.
26-27
"Que ninguém coma sangue nunca! Nem sangue de animais, nem de aves. Quem fizer isso será expulso do próprio povo.
28
Disse ainda o Senhor a Moisés:
29-31
"Diga ao povo de Israel que quem quiser oferecer sacrifício voluntário ao Senhor, que faça isso pessoalmente. A pessoa deverá trazer com as próprias mãos as partes das ofertas queimadas. Trará o peito e a gordura do peito, para os movimentos de oferta ao Senhor. O sacerdote queimará a gordura sobre o altar, mas o peito pertence a Arão e aos filhos dele.
32-33
"A parte da coxa direita do animal será para o sacerdote da família de Arão, que apresentar o sangue e a gordura do sacrifício voluntário.
34
"Isto porque Eu determinei que o peito e a coxa dos animais sacrificados sejam dados pelo povo de Israel aos filhos de Arão, isto é, aos sacerdotes. E esta minha ordem é permanente.
35
"O pagamento do trabalho deles é esse! Por isso, aquelas partes têm de ser separadas das ofertas queimadas, e têm de ser dadas aos sacerdotes encarregados de fazerem o serviço do sacrifício e da apresentação das ofertas ao Senhor. Pertencem, pois, a Arão e aos filhos e descendentes dele.
36
"Foi Deus mesmo quem mandou isto, desde o dia em que separou e fez derramar azeite na cabeça deles para o sacerdócio. É mandamento permanente, que o povo de Israel tem de obedecer através de todas as gerações.
37
Foram estas as instruções a respeito da oferta queimada, da oferta de cereais, da oferta pelo pecado e da oferta pela culpa; como também da oferta de consagração e das ofertas voluntárias.
38
O Senhor deu estas instruções a Moisés, no monte Sinai, para ensinar ao povo de Israel o modo certo de oferecer sacrifícios ao Senhor, no deserto de Sinai.
Publicidade
Leitura na versão Bíblia Viva - Português
Livro
Capítulo
Versículo*
Comparar versões
Corrigida Fiel - Português
Nova Versão Internacional - Português
Revisada - Português
Novo testamento Versão Palavra Viva/Velho testamento Bíblia Viva - Português
VTD - Dinamarques
Martin Lutero - Alemão
Rayana Valera - Espanhol
Louis Segond - Francês
Bible American Standard - Inglês
Bible In Basic English - Inglês
Bible King James Version - Inglês
LND - Italiano
Dicas

* Exemplos:
1
1.3.6.20
1-5
1.3-5
3-6.10

Bíblias/Bibles
Participe da nossa comunidade
Facebook
Twitter
Google plus
Publicidade